Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Inadimplência dos consumidores em 2008 tem maior alta em 3 anos

SÃO PAULO - A inadimplência dos consumidores aumentou 8% em 2008 na comparação com 2007, segundo estudo divulgado hoje pela Serasa Experian. De acordo com o levantamento, este avanço é o maior em três anos, sendo que em 2006 foi registrada uma evolução de 10,3% na inadimplência, ante o ano de 2005.

Valor Online |

As dívidas com bancos foram o principal fator de impulso da inadimplência em 2008, com uma participação de 43,2% no indicador, sendo que, no ano anterior, esta participação era de 40,1%. No período, o valor médio das dívidas com bancos foi de R$ 1.336,04, montante que evidencia um aumento de 3,8% ante 2007.

No segundo lugar do ranking de representatividade da inadimplência dos consumidores ficaram as dívidas com cartões de crédito e financeiras, apresentando representação de 33,7%, sendo que em 2007 este índice era de 30,2%. O valor médio destas dívidas foi de R$ 395,24, mostrando uma elevação de 8,6% na comparação com 2007.

Na terceira colocação estão os cheques devolvidos, cuja participação saiu de 27,2% no ano anterior, para 21% em 2008. O valor médio dos cheques sem fundos foi de R$ 713,98 no período, com crescimento de 16,8% ante 2007.

Em último lugar, ficaram os títulos protestados, com 2,2% de representação na inadimplência, menor do que os 2,6% registrados no ano anterior. A pesquisa mostrou que o valor médio do títulos teve alta de 9,5% sobre 2007, alcançando foi de R$ 967,60 em 2008.

Em dezembro do ano passado, o número de pessoas físicas inadimplentes cresceu 2,5%, ante novembro. Já, quando comparado com dezembro de 2007, o crescimento foi de 12,8%.

(Vanessa Dezem | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG