Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Importações brasileiras em agosto têm recorde histórico

As importações brasileiras no mês de agosto bateram recorde histórico tanto em valor quanto pela média diária, informou nesta segunda-feira o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. As compras somaram no mês passado US$ 17,478 bilhões, com média diária de US$ 832,3 milhões.

Agência Estado |

 

As exportações registraram o segundo maior valor mensal da história, totalizando R$ 19,747 bilhões, com média diária de US$ 940,3 milhões.

Segundo o ministério, em agosto, do lado das importações, o destaque ficou com combustíveis e lubrificantes, cujas compras aumentaram 132,6% em relação a agosto de 2007. As importações de bens de capital subiram 104,4% e de bens de consumo, 52%. As importações de matérias-primas e intermediários subiram 49,7%.

No acumulado de janeiro a agosto, tanto exportações quanto importações bateram recorde histórico para o período. As vendas externas em oito meses somaram US$ 130,843 bilhões, e as importações totalizaram US$ 113,936 bilhões. O desempenho do comércio exterior também foi recorde para o acumulado de 12 meses. As exportações somaram US$ 189,059 bilhões, praticamente alcançando a meta do governo para 2008, que é de US$ 190 bilhões. As importações atingiram US$ 159,578 bilhões no período.

As exportações de manufaturados, básicos e semimanufaturados registraram recorde para o mês de agosto, segundo o MDIC. O maior crescimento foi em produtos básicos, com expansão de 74,8% ante agosto de 2007. As maiores vendas ocorreram em minério de cobre, petróleo em bruto, minério de ferro, soja em grão e carnes de frango e bovina.

As exportações de semimanufaturados subiram 49%, puxadas por semimanufaturados de ferro e aço, ferro fundido, ferro-ligas e óleo de soja em bruto. Já os embarques de produtos manufaturados cresceram 19,6% em função, principalmente, das exportações de gasolina, álcool etílico, óxidos e hidróxidos de alumínio, tratores e aviões.

MILHO
O Brasil exportou em agosto 78% menos milho que em agosto de 2007, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex). No mês passado, o Brasil embarcou para o exterior 293,3 mil toneladas de milho, ante 1,353 milhão de toneladas no mesmo mês do ano passado.

O volume também é menor que o exportado em julho deste ano, quando as exportações do cereal totalizaram 377 mil toneladas. Os preços internos mais altos do que os indicados nos portos e a fraca demanda externa estão por trás do desempenho negativo das exportações de milho este ano.

Leia mais sobre balança comercial

Leia tudo sobre: balança comercial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG