Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Importação é anteparo à inflação, diz ministro interino

O ministro interino de Indústria, Desenvolvimento e Comércio Exterior, Armando Meziat, disse hoje que a importação tem funcionado como um anteparo à inflação. O ministério divulgou hoje que as importações bateram recorde em junho, somando US$ 15,875 bilhões.

Agência Estado |

 

Meziat comentou, porém, que apenas 13% das importações são de bens de consumo. O restante se refere a bens de capital, matérias-primas e insumos, segundo ele. Essas importações ajudam o aumento da oferta da indústria brasileira.

Meziat considera que a redução do superávit comercial este ano, que caiu 45% no primeiro semestre em relação ao mesmo período do ano passado, "está pressionando o dólar para cima, mas ainda tem muito mais dólar entrando do que saindo do Brasil", o que causa a valorização do real. O ministro interino observou, contudo, que as exportações triplicaram quando o dólar caiu de R$ 3,99 em 2002 para R$ 1,60 atualmente.

"Se houve perda para o exportador com o dólar, com certeza houve algum ganho que neutralizou isso", disse, citando como exemplo possíveis aumentos de produtividade e a alta nos preços das commodities (produtos básicos). Meziat participa de seminário sobre comércio exterior de serviços na Confederação Nacional de Comércio (CNC), no Rio.

Leia mais sobre inflação - importação

Leia tudo sobre: importaçãoinflação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG