Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Importação de calçado da Malásia, Vietnã e Indonésia triplicou

Abicalçados pede ampliação da tarifa antidumping aplicada contra o calçado chinês para outros países asiáticos

Marina Gazzoni, iG São Paulo |

Além dos produtores brasileiros de calçados, fabricantes da Malásia, Vietnã e Indonésia se beneficiaram da tarifa cobrada contra o produto chinês importado no Brasil. A importação destes três países triplicou entre janeiro e julho deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, e atingiu 8,6 milhões de pares, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Agora, eles estão na mira da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), que já solicitação a ampliação da tarifa antidumping para outros países asiáticos.

Países asiáticos ganham mercado da China no setor calçadista

Número de pares de calçados importados pelo Brasil por país, em milhões

Gerando gráfico...
Mdic

“A medida contra a China teve eficácia parcial, porque há a prática de triangulação da importação de calçados chineses por meio de outros países asiáticos”, afirma o diretor-executivo da Abicalçados, Heitor Klein.

O desvio de mercadorias fabricadas na China para a exportação ao Brasil por meio de outros países é ilegal, de acordo com o secretário de Comércio Exterior, Welber Barral. Segundo ele, se a prática for comprovada e se estudos apontaram que o preço dos produtos fabricados nestes países também constitui dumping, a taxação pode ser estendida. “A ampliação da tarifa antidumping para outros países requer uma nova análise, mas é mais rápida que um processo novo”, afirma Barral.

Para as multinacionais, a medida fechará ainda mais o mercado brasileiro para as marcas internacionais. Muitas delas possuem fábricas em outros países asiáticos além da China e transferiram a produção destinada ao Brasil para estas unidades. “É totalmente legal e em muitos casos mais viável produzir em outras fábricas [fora da China] para atender o Brasil. As empresas estão fazendo isso”, afirma o diretor de comunicação da Nike para a América Latina, Mario Andrada.

Leia tudo sobre: ChinadumpingcalçadosAbicalçadosNikeimportação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG