Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Impacto da crise no turismo só pode ser avaliado em 2009, diz Embratur

RIO - A expectativa para a temporada de verão no Brasil é positiva para o setor de turismo e o impacto da crise financeira sobre o fluxo de viagens no país só poderá ser dimensionado no ano que vem. A opinião é da presidente da Embratur, Jeanine Pires, que acredita que o desempenho do setor no Brasil ficará em linha com a média mundial.

Valor Online |

Jeanine, que participou de almoço na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), revelou que a Organização Mundial de Turismo esperava, antes da crise, um crescimento de 2% a 3% no fluxo mundial de turistas, que no ano passado chegou a 900 milhões de indivíduos no ano passado. Agora, segundo Jeanine, a expectativa foi reduzida entre 0,5 e 1 ponto percentual, o que levará o crescimento mundial desse fluxo para o teto de 2%.

"No Brasil, a expectativa para a temporada é muito boa, tanto para o mercado doméstico, quando para o mercado internacional, porque há uma demanda interna aquecida. Mas o impacto da crise só poderá ser avaliado no início de 2009", afirmou Jeanine.

A executiva ponderou que há um patamar ideal de câmbio capaz de estimular tanto a viagem de brasileiros ao exterior, quanto de incentivar a entrada de estrangeiros no Brasil. De acordo com ela, esse valor está situado entre R$ 1,85 e R$ 2,10.

No ano passado, 4,9 milhões de turistas estrangeiros visitaram o Brasil, gerando receita de US$ 5 bilhões. Para fazer frente às flutuações da moeda e à crise financeira, Jeanine explicou que a Embratur mantém investimentos fortes em publicidade e promoção nos mercados de Argentina, Chile, Peru, Estados Unidos, Portugal, Espanha, França, Itália, Alemanha, Reino Unido, Holanda e Canadá.

De acordo com ela, o Brasil pode se beneficiar da crise, uma vez que 50% dos estrangeiros que vêm para o país são da classe alta, enquanto 25% são da classe média-alta.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG