Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Imea projeta queda de até 31% na área de milho da safrinha no MT

São Paulo, 08 - O Instituto Mato-Grossense de Economia Agrícola (Imea) estima uma queda de 26% a 31% na área de milho safrinha em 2008/09, a ser semeada a partir de fevereiro. A estimativa foi apurada no terceiro levantamento de intenção de plantio do cereal no Estado, divulgado hoje.

Agência Estado |

De acordo com o Imea, órgão ligado à Federação de Agricultura do Mato Grosso (Famato), levando em conta a média histórica de produtividade de 63,3 sacas de milho por hectare, os produtores de milho mato-grossenses devem colher em 2009 entre 40% a 44% menos que em 2008, quando foram produzidas na safrinha 7,757 milhões de toneladas de milho em 1,656 milhão de hectares cultivados.

No levantamento divulgado hoje sobre a safra 2008/09, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) não trouxe números novos para a área a ser semeada com milho na segunda safra. Estima apenas produção 11% inferior à colhida em 2008, ou seja, 6,2 milhões de toneladas ante as 7,016 milhões de toneladas apontadas no levantamento do governo federal no último ciclo.

A respeito de sua projeção, o Imea ressalta que se trata de uma intenção de plantio, ainda em fase de definição. O Mato Grosso e o Paraná são os principais produtores de milho safrinha do País. Juntos, respondem por 70% do total produzido.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG