Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IGP-M sobe 0,42% na primeira medição de fevereiro

RIO - O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP -M) avançou 0,42% na primeira leitura deste mês, o que implica uma mudança de direção em relação a igual período de janeiro, quando diminuiu 0,31%. O resultado refletiu um aumento nos preços no atacado, especialmente dos produtos agropecuários. De acordo com o levantamento da A Fundação Getulio Vargas (FGV), o IGP-M registrou uma elevação de 8,03% em 12 meses. No acumulado do ano, houve uma deflação de 0,02%.

Valor Online |

 

O Índice de Preços ao Atacado (IPA), que representa 60% do indicador geral, deixou a queda de 0,56% na primeira prévia de janeiro para uma alta de 0,49% nesta pesquisa. Os produtos agropecuários tiveram elevação de 1,49% e os produtos industriais registraram avanço de 0,12%, uma inversão em relação a um mês antes, ocasião em que verificaram recuo de 0,78% e 0,48%, na ordem.

Dos três estágios de produção componentes do IPA, apenas os Bens Intermediários tiveram baixa, de 0,46%. Contudo, o ritmo de queda foi menos acentuado no confronto com o primeiro decêndio de janeiro (-0,61%) em decorrência da influência do subgrupo materiais e componentes para a manufatura, que saiu de declínio de 0,90% para expansão de 0,04%.

Os dois outros estágios apresentaram inflação, sendo que os Bens Finais subiram 1,42% e as Matérias-Primas Brutas ampliaram-se 0,84%. Ambos ficaram no território negativo na leitura inicial de janeiro.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que responde por 30% do IGP-M e tinha crescido 0,24% na parcial do primeiro mês de 2009, expandiu-se 0,21% agora. A FGV destacou o movimento dos grupos Alimentação, que foi de alta de 0,15% para recuo de 0,08% entre a pesquisa inicial de janeiro e a deste mês, e Vestuário (0,52% para -0,81%).

Contribuíram, respectivamente, para essa alteração de rumo nestas classes de despesa os itens hortaliças e legumes, frutas e panificados e biscoitos e roupas.

O Índice Nacional do Custo da Construção (INCC), representativo de 10% do indicador geral, expandiu-se 0,43% nesta pesquisa, ou 0,30 ponto percentual acima da taxa registrada um mês antes, de 0,13%. O indicador relativo a Materiais e serviços subiu 0,47% e Mão-de-Obra cresceu 0,39%. Ambos verificaram aceleração perante a parcial de janeiro.

O primeiro levantamento do IGP-M de fevereiro compreendeu o intervalo entre os dias 21 e 31 do mês de janeiro.

Leia mais sobre: IGPM 

Leia tudo sobre: igpm

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG