SÃO PAULO - A inflação pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) desacelerou mais que o esperado em julho, favorecida pela menor pressão exercida pelos alimentos. O índice registrou alta de 1,76% em julho, seguindo o avanço de 1,98% em junho, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quarta-feira.

Analistas esperavam um avanço de 1,83% para o indicador, de acordo com a mediana dos prognósticos de 26 instituições financeiras consultadas pela Reuters.

As estimativas variaram de 1,65% a 1,93% de alta.

Entre os componentes do IGP-M, o Índice de Preços por Atacado (IPA) teve alta de 2,20%, ante avanço de 2,27% em junho.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,65%, depois de ter avançado 0,89% no mês anterior.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) apresentou variação positiva de 1,42%, após alta de 2,67% em junho.

Leia mais sobre inflação

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.