Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IGP-M cede para 0,49% na segunda prévia de novembro

RIO - O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) subiu 0,49% na segunda medição de novembro, menos do que o 0,86% apurado em igual período de um mês antes. A moderação no ritmo de crescimento nos preços no atacado teve impacto no resultado.

Valor Online |

A Fundação Getulio Vargas (FGV) mostrou acréscimo de 10,06% no IGP-M no acumulado do ano e de 12% em 12 meses.

O Índice de Preços ao Atacado (IPA), que representa 60% do indicador geral, avançou 0,48% na segunda prévia de novembro, abaixo do 1,11% de um mês atrás. Os produtos agropecuários caíram 0,83%, invertendo a direção registrada na segunda parcial de outubro, quando aumentaram 0,71%. Os produtos industriais subiram menos, 0,95% contra 1,25%.

Dos três estágios de produção componentes do IPA, a alta mais acentuada ficou com Bens Intermediários, de 0,74%, acompanhados por Matérias-Primas Brutas (0,56%) e Bens Finais (0,06%). No segundo levantamento de outubro, esses percentuais corresponderam a 1,19%, 1,93% e 0,27%, na ordem.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que responde por 30% do IGP-M, apresentou acréscimo de 0,41% neste estudo, excedendo a taxa anotada em período equivalente de outubro, de 0,13%. O principal destaque foi o grupo Alimentação, que saiu de uma queda de 0,21% em outubro para uma elevação de 0,68% nesta pesquisa. Dentro dessa classe de despesa, chamaram atenção os itens carnes bovinas (1,19% para 4,29%), frutas (1,65% para 4,23%), laticínios (-1,57% para 0,17%) e óleos e gorduras (-2,79% para -0,34%).

O Índice Nacional do Custo da Construção (INCC), representativo de 10% do indicador geral, recuou para 0,71% agora depois de ficar em 0,89% um mês atrás. O indicador referente a Materiais e serviços expandiu-se 1,16% e o índice referente à Mão-de-Obra verificou ampliação de 0,18%.

O segundo decêndio do IGP-M compreende o intervalo entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG