Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IGP-10 cai para 0,73% em novembro, mostra FGV

RIO - O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) subiu 0,73% em novembro, pouco menos do que 0,78% registrado um mês antes. Influenciou no resultado o crescimento menos marcado dos preços no atacado.

Valor Online |

No acumulado do ano, o indicador aumentou 10,24%. Em 12 meses, o acréscimo foi de 11,99%.

Conforme o levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV) apresentado há pouco, o Índice de Preços por Atacado (IPA) teve ampliação de 0,81% este mês, ou 0,17 ponto percentual abaixo da taxa verificada em outubro, de 0,98%. Os produtos agropecuários, que tinham avançado 0,54% no mês passado, anotaram agora declínio de 0,85%. Os produtos industriais foram de uma alta de 1,14% para 1,41%.

Dos três setores compreendidos pelo IPA, os Bens Intermediários expandiram-se 1%, acompanhados por Matérias-Primas Brutas (0,89%) e Bens Finais (0,48%). Em outubro, esses percentuais corresponderam a 1,21%, 1,63% e 0,10%, respectivamente.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) deixaram para trás acréscimo de 0,10% em outubro para uma elevação de 0,49% nesta pesquisa. O destaque coube ao grupo Alimentação, que abandonou queda de 0,44% no mês passado para ampliação de 0,91% em novembro. "Nesta classe de despesa, registraram avanços em suas taxas de variação, entre outros, os itens: carnes bovinas (0,88% para 5,15%), frutas (1,39% para 5,46%) e laticínios (-2,47% para 0,17%)", apontou a FGV.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) verificou uma suavização no ritmo de alta ao partir de 1% em outubro para 0,74% no mês seguinte. O indicador relativo a Materiais e Serviços marcou 1,22% agora perante o 1,66% do mês passado. O índice referente à Mão-de-obra subiu 0,17% após elevação de 0,23% em outubro.

O IGP-10 é calculado com base nos preços coletados entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG