Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IEA: preços recebidos pelos produtores paulistas caem 4,51%

São Paulo, 22 - Os preços recebidos pelos produtores em São Paulo caíram 4,51% na segunda quadrissemana de setembro, segundo levantamento divulgado hoje pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA), vinculado à Secretaria de Agricultura e Abastecimento. Segundo os técnicos do IEA, o Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR) foi pressionado pelos preços dos produtos de origem vegetal (IqPR-V), que recuaram 5,66%.

Agência Estado |

O indicador de preços dos produtos de origem animal (IqPR-A) recuou 1,65%.

Em cinco quadrissemanas consecutivas de queda, o indicador de preços recebidos acumula uma queda de 14,41%. No período, os preços de origem vegetal recuaram 18,95% e os de origem animal caíram 3,38%.

Os produtos que apresentaram maiores quedas de preços na segunda quadrissemana de setembro foram batata (46,70%), tomate para mesa (36,37%), trigo (33,68%), laranja para indústria (22,87%), banana nanica (13,72%), milho (10,60%) e leite tipo B (8,18%).

Os técnicos do IEA explicam que a queda do preço da batata é conseqüência da boa produção, em virtude do clima favorável. A maior oferta também derrubou os preços do tomate e do leite. "Para o trigo e o milho, a queda dos preços internacionais tem influenciado o mercado, associado ao período de safra."

Os produtos do IqPR que registraram alta nesta quadrissemana foram arroz (1,69%), carne de frango (1,44%), café (0,56%) e cana-de-açúcar (0,19%). "A alta de preços do arroz se deve à restrição de oferta do produto por parte dos produtores, justamente com o objetivo de obter um melhor preço."

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG