Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IEA: preços recebidos pelo produtor rural caem 2,41% em setembro

São Paulo, 6 - Os preços recebidos pelos produtores rurais paulistas caíram 2,41% em setembro, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo. O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR), calculado pelo IEA, mostra que os produtos de origem vegetal (IqPR-V) caíram 2,34% e os de origem animal (IqPR-A) 2,60%.

Agência Estado |

Quando a cana-de-açúcar é excluída do cálculo, o IqPR recua para -4,24%. O IqPR-V acentua a variação negativa ficando em 5,80%.

O levantamento do IEA mostra que nos últimos doze meses, os resultados dos índices dos produtos agropecuários (IqPR) indicaram valorização de 21,76%, com ganhos nos produtos vegetais (IqPR-V) de 16,90%. Os produtos de origem animal (IqPR-A) registraram as maiores altas com 33,33%. "Desconsiderando a cana-de-açúcar do cálculo do índice os resultados ficam ainda maiores, sendo 35,54% para o IqPR e 36,09% para IqPR-V."

Segundo os técnicos, devido ao peso da cana-de-açúcar nos cálculos a queda dos preços nas últimas quadrissemanas ainda não representa a prática de preços inferiores aos verificados no mesmo período do ano passado e mesmo do inicio do ano de 2008." No acumulado deste ano (janeiro a setembro), o IqPR apresenta variação positiva de 7,13%, sendo 3,47% para o IqPR-V e 15,99% para o IqPR-A. "Quando se exclui a cana-de-açúcar, a variação do IqPR sobe para 10,07%, enquanto que o IqPR-V fica em 3,61%."

Os produtos que registraram maiores altas no mês de setembro, em comparação com o mês anterior foram tomate para mesa (54,17%), feijão (12,32%), soja ( 4,81%), café (3,03%) e carne suína (2,55%). Os produtos que apresentaram as maiores quedas de preços no mês de setembro foram batata (47,57%), trigo (20,05%), laranja para indústria (16,14%), banana nanica (15,70%), ovos (9,11%), laranja para mesa (8,80%) e o milho (8,16%).

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG