Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IBP reforça confiar no atual modelo de regulação do setor de petróleo

RIO - O presidente do Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP), João Carlos de Luca, voltou a afirmar hoje que o atual modelo de regulação do setor permite que o governo alcance o objetivo de aumentar as rendas advindas da exploração de petróleo. De acordo com ele, o debate atual deveria esgotar todas as tentativas de adaptação do presente modelo a um cenário de maior apropriação da renda petrolífera antes de se pensar em mudar a legislação.

Valor Online |

Existe uma série de instrumentos que podem permitir o aumento da renda, como os decretos, sem que haja necessidade de se mexer na lei do petróleo, disse De Luca, que participou hoje do seminário Os Desafios do Pré-Sal, na sede da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

De Luca ressaltou ainda que o debate não deveria paralisar o sistema de rodadas de licitação, organizadas pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). Segundo ele, há empresas que não têm o objetivo de explorar reservas de pré-sal, impossibilitadas de crescer porque foi paralisada também a licitação de outras áreas fora do pré-sal.

Ainda não há data confirmada para a retomada da 8ª Rodada de Licitações, para a realização da 10ª e nem para uma rodada menor que prevê a licitação de campos maduros e marginais - a chamada rodadinha.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG