SÃO PAULO - Em nova jornada de volatilidade no mercado brasileiro, gerada pelo vencimento do contrato do Ibovespa futuro, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) conseguiu firmar o movimento positivo, e acima dos 71 mil pontos, apenas na segunda etapa do pregão. Dados preliminares apontam que, com mínima de 70.628 pontos e máxima de 71.

SÃO PAULO - Em nova jornada de volatilidade no mercado brasileiro, gerada pelo vencimento do contrato do Ibovespa futuro, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) conseguiu firmar o movimento positivo, e acima dos 71 mil pontos, apenas na segunda etapa do pregão. Dados preliminares apontam que, com mínima de 70.628 pontos e máxima de 71.207 pontos, o Ibovespa avançou 0,34%, aos 71.034 pontos. O giro financeiro atingiu R$ 8,794 bilhões, volume inflado pelo vencimento do índice futuro. Entre os ativos de maior peso no Ibovespa, Petrobras PN teve alta de 0,17%, a R$ 34,25; Vale PNA avançou 0,76%, a R$ 51,34; Itaú Unibanco PN ganhou 0,55%, a R$ 39,65; BM & FBovespa ON teve desvalorização de 0,57%, a R$ 12; e Gerdau PN se apreciou em 0,48%, a R$ 31,10. Em Wall Street, as bolsas subiram pelo quinto dia seguido. O índice Dow Jones apresentou alta de 0,94%, aos 11.123,11 pontos, enquanto o Nasdaq teve ganhos de 1,58%, aos 2.504,86 pontos, e o S & P 500 subiu 1,12%, aos 1.210,65 pontos. (Beatriz Cutait | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.