Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ibovespa recua 3,35% e fecha abaixo dos 65 mil pontos

SÃO PAULO - Um movimento global de aversão a risco gerado por novas preocupações em relação à situação econômica europeia impulsionou a fuga dos investidores dos mercados acionários. A situação no Brasil não foi diferente. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) teve um desempenho negativo pelo terceiro pregão e apurou a menor pontuação desde o dia 9 de fevereiro (64.

Valor Online |

SÃO PAULO - Um movimento global de aversão a risco gerado por novas preocupações em relação à situação econômica europeia impulsionou a fuga dos investidores dos mercados acionários. A situação no Brasil não foi diferente. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) teve um desempenho negativo pelo terceiro pregão e apurou a menor pontuação desde o dia 9 de fevereiro (64.718). Dados preliminares apontam que, com mínima de 64.588 pontos e máxima de 67.116 pontos, o Ibovespa despencou 3,35%, aos 64.869 pontos. O giro financeiro atingiu R$ 10,08 bilhões. Entre os ativos de maior peso no Ibovespa, Petrobras PN apresentou baixa de 3,36%, a R$ 30,44; Vale PNA perdeu 4,85%, a R$ 43,15; BM & FBovespa ON teve queda de 5,48%, a R$ 10,68; Gerdau PN se depreciou em 3,93%, a R$ 26,85; e Itaú Unibanco PN caiu 2,64%, a R$ 36,80. Em Wall Street, o índice Dow Jones registrou queda de 2,02%, aos 10.927 pontos, enquanto o Nasdaq teve perda de 2,98%, para 2.424 pontos, e o S & P 500 recuou 2,38%, aos 1.174 pontos. (Beatriz Cutait | Valor)
Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG