Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ibovespa recua 0,78%, na contramão do Dow Jones

Depois de abrir o pregão em alta, com movimento forte ainda por causa do vencimento de opções sobre ações na próxima segunda-feira, o índice Bovespa virou na hora do almoço, acompanhando as Bolsas norte-americanas, e assim permaneceu até o final da sessão. O volume financeiro, que prometia ser robusto no início do dia, também perdeu o fôlego e terminou mais comedido do que o que se esperava inicialmente.

Agência Estado |

O dado mais fraco do sentimento ao consumidor da Universidade de Michigan nos EUA acabou anulando o bom resultado das vendas no varejo norte-americano e as ações, nas Bolsas de Nova York, trabalharam sem rumo. Aqui, os investidores também aproveitaram para fazer uma realização de lucros, devolvendo parte dos ganhos acumulados no mês.

O Ibovespa terminou o dia em baixa de 0,78%, aos 69.341,38 pontos, na mínima do dia. Na máxima, atingiu 70.486 pontos (+0,86%). No mês, a Bolsa acumula ganhos de 4,27% e, no ano, de 1,10%. Na semana, o índice subiu 0,72%. O giro financeiro negociado hoje totalizou R$ 5,822 bilhões. Os dados são preliminares.

Embora o vencimento de opções sobre ações aconteça apenas na próxima segunda-feira, os investidores continuaram hoje a fazer ajustes nas suas posições para o exercício. Com esse pano de fundo - que serve principalmente a Petrobras e Vale -, houve espaço para uma reação da Bolsa aos indicadores norte-americanos.

O primeiro deles, de vendas no varejo, surpreendeu positivamente e levou os índices de ações para cima, mas, depois, o sentimento do consumidor da Universidade de Michigan desagradou e fez os investidores tomarem o sentido contrário. Aqui, a queda se manteve no restante do dia porque foi acompanhada de um movimento de realização de lucros bastante espalhado.

Nos Estados Unidos, os índices também viraram para baixo, mas não se mantiveram nessa trilha o resto do dia: ficaram no sobe-e-desce, ao redor da estabilidade, até o fim. O Dow Jones encerrou em alta de 0,12%, aos 10.624,69 pontos, o S&P acabou em baixa de 0,02%, aos 1.149,99 pontos, e o Nasdaq terminou com queda de 0,03%, aos 2.367,66 pontos. As vendas no varejo registraram inesperada alta em fevereiro nos Estados Unidos, de 0,3%, ante previsão dos economistas de queda de 0,3%. Já o índice de sentimento do consumidor dos EUA caiu de 73,6 em fevereiro para 72,5 em março. A previsão de analistas era de alta para 73,8.

Vale terminou em baixa, mas Petrobras subiu. Hoje, a agência Dow Jones informou que as mineradoras, entre elas a Vale, teriam suspendido as negociações sobre preço do minério com a China. Vale ON recuou 0,57% e Vale PNA, 0,58%. Petrobras ON encerrou em alta de 0,46% e a PN, de 0,03%. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), o contrato futuro de petróleo com vencimento em abril recuou 1,06%, a US$ 81,24 o barril.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG