Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ibovespa oscila e volta a subir, mas não define rumo

A Bolsa de Valores de São Paulo reage com volatilidade à aprovação do pacote de ajuda ao setor financeiro norte-americano na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. Pouco antes do anúncio, o Ibovespa oscilava ao redor dos 47.

Agência Estado |

600 pontos, com alta superior a 3%. O rumo, contudo, mudou assim que saíram as primeiras informações sobre a votação ratificando o plano aprovado no Senado americano na quarta-feira.

Em "queda livre", nas palavras de um operador, o índice paulista abandonou o território positivo e chegou ao piso de 45.381 pontos, em baixa de 1,66%. Mas também não se sustentou nesse patamar, voltando a operar no azul. Às 15h15, o índice Bovespa subia 0,25%, aos 46.261 pontos. O volume de negócios somava R$ 3,39 bilhões. As ações mais negociadas, Petrobras PN e Vale PNA, valorizavam 0,66% e 1,36%, respectivamente. Às 15h21, porém, o Ibovespa já estava novamente em baixa, de 0,18%, a 46.063 pontos.

"Não existe milagre. Ainda tem muita coisa para acontecer nesta crise. E o mercado não tem dinheiro novo para se defender", afirmou um operador.

A Câmara dos Representantes aprovou o projeto por 263 a 171 votos - o que representou uma reversão do ocorrido na segunda-feira, quando a Câmara chocou os investidores e seus próprios líderes ao votar contra uma versão mais estreita do plano para comprar ativos podres de instituições financeiras. O voto de segunda-feira provocou uma forte queda dos mercados e forçou o governo Bush e os líderes do Congresso a se empenharem com força para salvar o pacote.

O plano, que deverá ser a maior intervenção do governo nos mercados financeiros desde a Grande Depressão, representa uma ajuda de US$ 700 bilhões para as empresas financeiras combinado com US$ 152 bilhões em incentivos fiscais e instrumentos para os reguladores federais lidarem com a crescente crise econômica. O Senado aprovou o projeto por 74 a 25 votos contrários, na quarta-feira.

Em Wall Street, os principais índices acionários também perderam o fôlego. Às 15h20, o Dow Jones subia 0,94%, o S&P-500 valorizava 1,27% e o Nasdaq avançava 1,30%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG