Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ibovespa ignora Wall Street e fecha com alta de 0,95%

São Paulo, 14 jul (EFE).- O índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) fechou hoje o primeiro pregão da semana com alta de 572 pontos (0,95%), até 60.

EFE |

720 unidades, amparado pelo milionário negócio da belgo-brasileira Inbev.

A principal alta entre as 66 ações do Ibovespa foi para os papéis preferenciais da AmBev (4,92%), que anunciou hoje junto, ao grupo belga Interbrew, a compra da americana Anheuser-Busch por US$ 52 bilhões para criar a maior companhia mundial do setor.

Com isso, a Bovespa se distanciou de Wall Street, onde o índice Dow Jones Industrial fechou com baixa de 0,41%, após a queda das ações dos bancos e dos títulos das firmas hipotecárias Freddie Mac e Fannie Mae.

Apesar da greve iniciada hoje por 1.600 empregados em 42 das plataformas da Petrobras, as ações preferenciais da companhia tiveram alta de 0,68% e foram os mais negociados no mercado à vista do Ibovespa.

Foram realizadas 191.989 operações, com 1,511 bilhão de títulos negociados e que somaram um volume financeiro de R$ 4,335 bilhões.

Das 66 ações do Ibovespa, 42 fecharam em alta e 24 em baixa.

As quedas do indicador foram lideradas pelas ações preferenciais da operadora de telefonia celular Vivo (7,48%).

O dólar comercial fechou hoje com uma queda de 0,43% no mercado brasileiro, cotado a R$ 1,595 para venda. EFE wgm/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG