Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ibovespa futuro sugere abertura em leve baixa na Bovespa

SÃO PAULO - A terça-feira pode marcar o quarto pregão seguido de baixa na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Tal sinalização é dada pelo Ibovespa futuro.

Valor Online |

Há pouco, o contrato com vencimento em fevereiro diminuía 0,28%, para 38.740 pontos.

Leve indicação de baixa também vem dos índices futuros norte-americanos. Sem indicadores de peso na agenda do dia, o foco está voltado, mais uma vez, para os resultados trimestrais. Merck e Walt Disney divulgam números hoje. A Dow Chemical já apontou prejuízo de US$ 1,55 bilhão para o quarto trimestre e alertou que a fraca demanda deve perdurar por vários trimestres, depois de ver suas vendas caírem 23% no período.

Os investidores também conhecem dados sobre as vendas pendentes de imóveis nos EUA e as montadoras divulgam as vendas em janeiro. A expectativa não é nada positiva, com alguns analistas projetando queda de 40% nas vendas da General Motors (GM).

No campo político, o pacote de ajuda do presidente americano Barack Obama deve enfrentar modificações no Senado - os congressistas republicanos pedem cortes adicionais de impostos e ajuda aos devedores de hipotecas.

Na Europa, o dia começou com valorização, mas as compras não se sustentaram. O setor de óleo e gás perdeu força depois de a BP apresentar prejuízo de US$ 3,3 bilhões para o quarto trimestre do ano passado. Há pouco, o FTSE-100, de Londres, perdia 0,27% e o Xetra-DAX desvalorizava 0,48%.

No segmento financeiro, o suíço UBS ganhou valor depois que o jornal britânico Financial Times (FT) reportou que o banco estaria negociando a venda de seu negócios de corretora de valores nos Estados Unidos para o Morgan Stanley, que recentemente comprou metade desse mesmo segmento de negócios do Citigroup.

No câmbio, o dólar tem leve alta contra o iene e está estável contra o euro. Por aqui, a moeda norte-americana apontava para baixo depois de três dias de alta. Há pouco, o dólar comercial valia R$ 2,317 na venda, queda de 0,30%.

No front interno, destaque negativo para o dado de produção industrial de dezembro. A queda de 12,4% foi a pior da série histórica e acima das previsões mais pessimistas. Com este resultado, a produção industrial acumulou alta 3,1% em 2008, ficando abaixo do crescimento acumulado em 2007, de 6%, e revertendo os bons resultados acumulados até setembro, que eram de 6,4%.

No pregão de ontem, dados econômicos negativos pesaram sobre o humor dos investidores aqui e em Nova York. Assim, fevereiro começou com queda de 1,61% para o Ibovespa, que fechou aos 38.666 pontos. O giro financeiro foi baixo, somando R$ 2,61 bilhões.

Em Wall Street, o Dow Jones caiu 0,80% e perdeu o importante patamar dos 8 mil pontos, fechando aos 7.936 pontos. Em direção contrária, o Nasdaq garantiu alta de 1,22%.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG