Tamanho do texto

São Paulo, 15 ago (EFE).- O Índice da Bolsa de Valores de São Paulo perdeu hoje 892 pontos (1,62%), até 54.

244 pontos, afetado pela queda do preço das matérias-primas e do petróleo.

No último pregão da semana, a Bovespa deixou-se arrastar pela desvalorização do preço das matérias-primas das quais dependem mineradoras e siderúrgicas e do preço do petróleo, que afeta a Petrobras.

As ações preferenciais da Petrobras, as mais negociadas do dia, fecharam com perdas de 2,30%.

Já os títulos preferenciais da Vale fecharam com queda de 2,21%.

Dos 66 ativos que compõem o Ibovespa, 53 fecharam no vermelho, enquanto os outros 13 subiram.

As maiores baixas do dia foram registradas pelos papéis ordinários da Gafisa, com queda de 5,13%, e os títulos do mesmo tipo da Perdigão, que perderam 4,63%.

Já entre as principais altas estiveram as ações preferenciais da Ultrapar, com expansão de 4,04%, e os papéis de mesmo tipo da Celesc, que subiram 3,31%.

O giro financeiro foi de R$ 4.588.150.292,00, em 190.329.

O dólar comercial fechou hoje com uma alta de 0,79% no mercado brasileiro, cotado a R$ 1,639 para venda. EFE mp/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.