Com cerca de uma hora de pregão, o índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) ampliou a queda para mais de 5%, acompanhando o tom negativo dos negócios nos mercados em Nova York. Às 10h55 (de Brasília), o Ibovespa recuava 5,75%, a 39.

177 pontos, e registrava um volume financeiro de R$ 690 milhões. Na mínima, o indicador cedeu 5,87%, a 39.131 pontos. O Ibovespa ainda não operou em alta hoje. No mesmo horário, nos Estados Unidos, o índice Dow Jones caía 2,47%, o Nasdaq 100 perdia 2,08% e o S&P 500 tinha baixa de 3,07%.

Das mais de 60 ações que compõem o Ibovespa, apenas os papéis ordinários (ON) das Lojas Renner operavam em alta, de 3,3%, no horário citado acima.

Entre as ações de primeira linha (blue chips), as ações ON e preferenciais (PN) da Petrobras caíam mais de 6% - 6,91% e 6,52%, respectivamente - com o contrato futuro do petróleo negociado em Nova York cotado abaixo de US$ 77 o barril, pela primeira vez em mais de um ano. As ações PN classe A (PNA) da Vale recuavam 8,09%, no mesmo horário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.