Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ibovespa abre em alta impulsionado por NY e bancos

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu em alta hoje e pode reconquistar o nível dos 40 mil pontos, com o mercado continuando a repercutir positivamente a notícia de criação do maior banco da América Latina e o 17º maior do mundo em valor de mercado, com a união entre Itaú e Unibanco. Além disso, o sinal favorável vindo do exterior contribui para o avanço do mercado doméstico de ações.

Agência Estado |

Para que alcance os 40 mil pontos, o índice Bovespa terá de subir 4,5%.

Por volta das 11h20 (de Brasília), o Ibovespa subia 2,94%, a 39.372 pontos e registrava um volume financeiro de R$ 280 milhões. Na máxima, o indicador avançou 3,31%, a 39.516 pontos. No mesmo horário, nos Estados Unidos, o futuro do Nasdaq 100 ganhava 1,90% e o futuro do S&P 500 tinha alta de 2,09%. Na Europa, a Bolsa de Londres sobe 2,04%.

O comportamento positivo do mercado internacional está sendo fundamental para mais um dia de recuperação na bolsa brasileira. Lá fora, as bolsas sobem na expectativa com o resultado das eleições presidenciais americanas. O vencedor das eleições nos EUA deverá ser conhecido entre o fim da noite de hoje e o início da madrugada de amanhã. Especulações de que o Banco Central Europeu (BCE) e o Banco da Inglaterra (BoE, o banco central inglês) irão cortar o juro esta semana contribuem para a alta.

Ações

Internamente, os investidores continuam de olho no setor financeiro. A avaliação é de que Bradesco e Banco do Brasil deverão acelerar as compras diante da fusão dos rivais.

Esta manhã, o Itaú fez a divulgação completa do balanço financeiro do terceiro trimestre, que havia sido antecipada na segunda-feira da semana passada (dia 27). O banco teve lucro líquido consolidado de R$ 1,848 bilhão no terceiro trimestre. No acumulado do ano de janeiro a setembro, o lucro líquido consolidado é de R$ 5,931 bilhões, queda de 8% em relação a igual período do ano passado. O banco também anunciou um programa de recompra de até 19,5 milhões de ações ordinárias (ON) e de 68,5 milhões preferenciais (PN), de hoje até 3 de novembro de 2009.

A Bovespa deve reagir ainda aos resultados divulgados esta manhã pela Embraer e Friboi, duas empresas exportadoras. No caso de Embraer, foi registrado prejuízo líquido consolidado de R$ 48,4 milhões no terceiro trimestre deste ano, invertendo o resultado positivo de R$ 306 milhões apurado em igual intervalo de 2007. A companhia comunicou que no terceiro trimestre, o resultado das contas de variação cambial e operação com derivativos foi negativo em R$ 366,8 milhões.

Já o frigorífico Friboi obteve o melhor resultado trimestral consolidado da história da companhia, com a receita, o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) e o lucro líquido em níveis recordes. O lucro líquido no trimestre atingiu R$ 694 milhões, ante prejuízo de R$ 78,3 milhões em igual intervalo de 2007.

No horário citado acima, as ações PN do Itaú subiam 10,19%, Bradesco PN avançava 2,75% e Banco do Brasil ON ganhava 4,54%. Fora do setor financeiro, as ações ON da Embraer tinham alta de 3,4% e os papéis do Friboi (JBS) estavam em leilão.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG