Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ibovespa abre em alta e já sobe mais de 2%

O índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) abriu em alta hoje, ensaiando uma recuperação, após a forte queda de ontem, quando fechou em baixa superior a 7%. Às 10h20 (de Brasília), o Ibovespa avançava 2,88%, 47.

Agência Estado |

474 pontos, na máxima do dia até o momento.

Os fundamentos inexistem e a liquidez segue imperando. Diante desse ambiente, a Bolsa brasileira retoma hoje os negócios carregando mais uma perda expressiva na véspera. Tecnicamente, a perda estimula recompras técnicas, mas a direção para o dia é incerta.

No exterior, os índices futuros das Bolsas de Nova York e as principais bolsas européias reagiram em alta ao corte superior ao esperado no número de vagas no mercado de trabalho nos Estados Unidos em setembro, já que os dados corroboram a especulação de que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) deve voltar a cortar a taxa básica de juros nos EUA. O dia ainda reserva a votação pela Câmara dos Representantes dos EUA do pacote modificado de socorro aos bancos.

No cenário doméstico, a medida anunciada pelo Banco Central na virada da noite para atenuar a escassez de recursos no sistema financeiro é bem recebida. Em comunicado divulgado na noite de ontem, a autoridade monetária anunciou que bancos que adquirirem carteiras de crédito de outras instituições terão redução do depósito compulsório dos depósitos a prazo. A medida libera até R$ 23,5 bilhões para o sistema de crédito. Não foram alteradas as alíquotas do compulsório. A ação do BC deve beneficiar principalmente pequenos e médios bancos, que têm enfrentado graves problemas para captar recursos no mercado.

"É uma boa medida. O BC tem se mostrado proativo e bastante atento para fazer frente ao ambiente de limitação de crédito", disse uma fonte. "E não falta experiência no BC para enfrentar crises", notou.

No exterior, o dado sobre o mercado de trabalho nos EUA veio fraco. Segundo o Departamento do Trabalho americano, foram cortadas 159 mil vagas de trabalho em setembro nos EUA, maior corte desde março de 2003. Os cortes aconteceram em vários setores, incluindo o de manufatura, de construção e muitos segmentos do setor de serviços. Economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam corte de 105 mil vagas em setembro.

Empresas

As ações da Aracruz devem reagir a informações de que a consultoria contratada para analisar as operações com derivativos da empresa apurou que o valor justo de seus contratos estava negativo em cerca de R$ 1,95 bilhão em 30 de setembro, ou seja, caso houvesse liquidação dos contratos, a perda seria neste valor. Apesar disso, o efeito caixa dessas operações foi positivo em cerca de R$ 25 milhões de julho a setembro.

Sem impacto no índice amplo, as ações da LLX e da Amil devem ter um dia ativo hoje. A LLX, empresa de logística do grupo EBX, do empresário Eike Batista, informou hoje que suspendeu os investimentos no projeto de construção do Porto Brasil, em Peruíbe, reduzindo a sua demanda de investimento total estimada de US$ 3,9 bilhões para US$ 2 bilhões.

Já a Amil Participações informou que seu Conselho de Administração aprovou em reunião realizada ontem um programa de recompra de até 10% das ações da companhia em circulação no mercado, ou 10,241 milhões de ações, para permanência em tesouraria e posterior utilização no plano de opção de compra.

No horário citado acima, as ações da Aracruz e da Amil estavam em leilão, enquanto os papéis da LLX caíam 6,79%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG