Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ibovespa abre em alta e avança 0,71% a 60.071 pontos

O índice Bovespa abriu o pregão de hoje em alta e avançava 0,71% a 60.071 pontos, às 10h12.

Agência Estado |

A Bolsa brasileira deve acompanhar o mercado de ações americano e permanecer no terreno positivo, a julgar pelos movimentos dos índices futuros em Wall Street. Ontem o Ibovespa se descolou de Nova York e fechou em baixa de 1,85%, puxado pelo recuo de preços das matérias-primas (commodities).

Hoje, na agenda dos principais eventos, as atenções dos investidores estarão voltadas para a divulgação dos estoques semanais de petróleo nos EUA e o Livro Bege (sumário das condições da economia americana que serve de base para as decisões do banco central do país). Na agenda doméstica, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) anuncia após o fechamento do mercado a taxa Selic, que será a referência para o nível de juro básico da economia brasileira até 10 de setembro (data da próxima reunião do comitê. Hoje a taxa está em 12,25% ao ano e analistas de mercado prevêem um aumento de 0,5 ponto porcentual, para 12,75% ao ano.

Nas bolsas européias, o estímulo corporativo desta manhã vem dos números da montadora francesa Peugeot, que anunciou alta de 49% no lucro líquido do primeiro semestre, para US$ 1,16 bilhão. Às 10h10, a Bolsa de Londres operava em alta de 1,12%; a Bolsa de Paris ganhava 1,65% e a Bolsa de Frankfurt subia 1,27%.

Na Ásia, com exceção das Bolsas chinesas, as demais subiram, empurradas por mais uma queda nos preços dos contratos futuros de petróleo, pela alta nas Bolsas americanas ontem e pela percepção, pelo menos por enquanto, de que a crise do setor de hipotecas dos EUA aparentemente se restringe às agências hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac. Na Bolsa de Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 2,69%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG