Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ibovespa abre em alta com ação coordenada de BCs

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu em alta hoje, acompanhando a recuperação ensaiada pelas Bolsas européias e pelos índices futuros das Bolsas de Nova York, que mostram alívio, ainda que moderado, à ação coordenada dos principais bancos centrais mundiais para injetar recursos no mercado de crédito - só o Banco Central dos Estados Unidos (Fed) disponibilizou US$ 180 bilhões. Às 10h12 (de Brasília), o Índice Bovespa subia 1,32%, a 46.

Agência Estado |

515 pontos, após avançar 2,13%, na pontuação máxima do dia até o momento. No mesmo horário, o índice futuro do Nasdaq 100 ganhava 0,59% e o futuro do S&P 500 crescia 0,71%. Na Europa, a Bolsa de Londres tinha alta de 0,67%.

A medida anunciada pelos BCs mundiais ajuda a amenizar os temores em relação à liquidez nos mercados, mas a turbulência ainda é grande devido às incertezas que pesam sobre o sistema financeiro mundial. "Essa ajuda financeira dos BCs ajuda, mas ainda temos um chão de muita areia e não dá para afirmar nada. O mercado continua muito irracional", afirma o analista da Alpes Corretora, Fausto Gouveia.

Para a Bovespa, a alta dos preços do petróleo no mercado internacional, dando seqüência aos ganhos de ontem, é vista como positiva, na medida em que deve ajudar a reerguer as ações da Petrobras. Aliás, todas as demais matérias-primas (commodities) apresentam alta esta manhã, o que pode ser um reforço adicional à Bolsa brasileira. No horário citado acima, as ações ordinárias (ON) e preferenciais (PN) da estatal petrolífera subiam 2,53% e 2,72%, respectivamente, enquanto as ações PN classe A (PNA) da Vale tinham alta de 2,20%.

Porém, o mercado doméstico não tira do radar o noticiário sobre o setor financeiro internacional. Segundo os analistas da corretora SLW, pânico e volatilidade ainda serão palavras muito utilizadas no curto prazo nas praças financeiras de todo o mundo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG