Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IBGE: valor da pecuária aumentou 20,7% em 2007

Rio, 26 - O valor dos produtos da pecuária investigados pela Pesquisa Pecuária Municipal, divulgada hoje, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aumentou 20,7% em 2007 ante 2006, passando de R$ 16,7 milhões para R$ 20,2 milhões. Em relação à participação nesse valor, Minas Gerais lidera (26,1%), seguido por São Paulo (10,8%) e Rio Grande do Sul (10,0%).

Agência Estado |

De acordo com a pesquisa, o Brasil, produziu, no ano passado, 26,1 bilhões de litros de leite, com aumento de 2,9% ante o ano anterior. Quanto ao volume de leite produzido, os principais municípios são Castro (PR), com 135,67 milhões de litros (0,5% do total); Pompeu (MG), com 108,91 milhões de litros; e Marechal Cândido Rondon (PR), com 106,0 milhões de litros.

A pesquisa mostra ainda que, em 2007, foram produzidos 2,965 bilhões de dúzias de ovos de galinha, 1,1% a mais que em 2006. A região Sudeste é a maior produtora de ovos do País, com 44,9% do total nacional e São Paulo, o Estado de maior destaque, com 27,2% da produção nacional. Os principais municípios produtores de ovos de galinha são Bastos (SP), Santa Maria de Jetibá (ES) e Itanhandu (MG).

Madeira - De acordo com a Pesquisa da Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura 2007 do IBGE, a extração de madeira nativa no País caiu em 2007 em relação ao ano anterior, mas ainda foi de 16,4 milhões de metros cúbicos. Com mais da metade da madeira coletada no Brasil, o maior produtor deste produto no segmento extrativista foi o Pará (55,5%). Neste Estado, Tailândia (9,2% da produção nacional) e Portel (6,1%) destacaram-se entre os municípios que mais produziram madeira proveniente de florestas nativas.

Entre os sete produtos florestais investigados no segmento das florestas plantadas (Silvicultura), cinco tiveram ascensão de produção, sendo que os itens carvão vegetal e madeira em tora para papel e celulose foram os que apresentaram os maiores incrementos (45,9% e 10,6%, respectivamente).

A pesquisa mostrou ainda que 17 produtos do extrativismo vegetal apresentaram queda de produção entre os anos de 2006 e 2007. Entre estes produtos, destacam-se os do grupo alimentícios, porque à exceção da castanha-do-pará e do açaí (fruto), todos os demais itens deste grupo tiveram queda na produção de um ano para o outro, como castanha de caju (-1,0%), erva-mate (-3,2%), mangaba (-6,2%), palmito (-7,5%), pinhão(-6,1%) e umbu (-3,1%).

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG