Tamanho do texto

Rio, 2 - A produção industrial no País caiu 1,7% em outubro ante setembro, na série com ajuste sazonal, segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com outubro do ano passado, a produção da indústria brasileira cresceu 0,8%.

A indústria de produtos químicos registrou queda de 11,6% na produção em outubro ante setembro e representou o principal impacto de queda na produção industrial no período (-1,7%), destacou o coordenador de indústria do IBGE, Silvio Sales. Segundo ele, a principal pressão negativa veio de fabricantes que atendem o segmento de agricultura. Esse grupo de produtos químicos inclui fertilizantes, tintas e resinas e também foi afetado, segundo Sales, por paralisações.

O segundo principal impacto negativo na produção em outubro ante setembro foi dado por refino de petróleo e álcool (-9,0%) e, de acordo com Sales, o recuo nesse segmento está relacionado a uma paralisação técnica em uma "refinaria importante". O terceiro principal impacto de queda ficou com máquinas e equipamentos (-5,2%) e o quarto, com veículos automotores (-1,4%).

Sales sublinhou que os dados de outubro sofreram forte influência de paralisações, programadas ou não, e férias coletivas em segmentos produtores de bens duráveis (como automóveis) e bens intermediários. "Talvez o primeiro efeito de uma crise mundial tenha sido tornar esses agentes (as empresas desses segmentos) o mais cautelosos possíveis", disse Sales. Ele disse que só as informações do varejo de outubro vão mostrar se houve realmente redução de demanda em outubro ou não.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.