Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IBGE: produção de aves cresceu 11,5% e de suínos, 2,2%

Rio, 26 - O Brasil apresentava, no ano passado, 1,127 bilhão de galináceos (galos, frangas, frangos, pintos e galinhas), 11,5% a mais que em 2006, segundo mostra a Pesquisa Pecuária Municipal, divulgada hoje, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Desse total, 82,5% correspondiam a galos, frangas, frangos e pintos; e o restante, a galinhas.

Agência Estado |

O primeiro grupo teve aumento de 13,4% em relação a 2006; e as galinhas, crescimento de 3,1%.

De acordo com a pesquisa, o efetivo de galináceos no Brasil é o quarto em nível mundial, ficando atrás da China, Estados Unidos e Indonésia. Em termos de produção de carne de galináceos, a posição ocupada no mundo é a terceira, ficando atrás dos Estados Unidos e da China.

No que diz respeito às exportações de frango, a pesquisa ressalta que houve a comercialização externa de 3 milhões de toneladas no ano passado, com aumento de 16,3% ante o ano anterior. O preço médio da tonelada de frango em 2007 foi de US$ 1.403, ante US$ 1.130 em 2006.

O levantamento mostra também que, em 2007, o Brasil tinha um efetivo de 35,945 milhões de porcos e porcas, 2,2% maior que em 2006. Já os búfalos somavam, no ano passado, 1,131 milhão de cabeças, 2,2% a menos do que no ano anterior. O efetivo de cavalos teve queda de 2,6% na comparação com 2006, somando 5,602 milhões de animais em 2007.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG