Tamanho do texto

Rio, 8 - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou hoje que a inflação de setembro medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caiu para 0,26%, ante 0,28% apurado em agosto. A taxa apurada no IPCA de setembro é a menor desde setembro de 2007 (0,18%).

A coordenadora de índices de preços do instituto, Eulina Nunes dos Santos, destacou também que a taxa acumulada em 12 meses (6,25%) vem decrescendo desde agosto, basicamente por causa dos recuos de preços dos alimentos.

Segundo Eulina, o efeito da queda nos preços dos produtos alimentícios em setembro não teve efeito ainda mais forte na inflação do mês porque outros grupos mostraram aceleração de preços, como artigos de residência (0,23% em agosto e 0,37% em setembro); vestuário (0,39% para 0,70%); saúde e cuidados pessoais (0,32% para 0,46%); despesas pessoais (0,73% para 0,80%) e transportes (0,06% para 0,39%).

Indagada se essas acelerações em alguns grupos pesquisados mostram influência da disparada do dólar na inflação de setembro, Eulina admitiu que "é possível", mas ressaltou que os dados não mostram claramente esses efeitos. "Ainda não está claro se há alguma influência do dólar nesses reajustes, talvez exista alguma (influência) em artigos de residência e vestuário, mas ainda é difícil observar (esse efeito)", afirmou.