Rio, 17 - O Estado do Paraná manteve-se como principal produtor de cereais, leguminosas e oleaginosas no País no ano passado, com 21,8% da produção nacional, superior aos 19,8% que detinha em 2006, segundo a Pesquisa Agrícola Municipal 2007, divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo destacam os técnicos do instituto no documento de divulgação, o aumento foi motivado pelo crescimento da produção de milho e soja no Estado e pela recuperação da produção de trigo.

O Paraná é o maior produtor nacional de milho, feijão, trigo, cevada e triticale.

No segundo lugar do ranking dos Estados na safra agrícola de 2007 aparece o Mato Grosso, com 18,2% (ante 18,9% em 2006). O Estado é o principal produtor de soja no País. O terceiro lugar ficou com o Rio Grande do Sul (18,1%, ante 17% em 2006).

Cidades - O município de Sorriso, no Mato Grosso, foi novamente, em 2007, o maior produtor de grãos do País, com 2,5 milhões de toneladas, quase um milhão a mais que Sapezal (MT), o segundo colocado, segundo a pesquisa do IBGE.

De acordo com a pesquisa, a produção de Sorriso teve um aumento de 12,6% em 2007 ante o ano anterior, puxado pela maior quantidade produzida de milho, que apresentou um crescimento de 139,9% na área colhida e de 88,8% na produção de um ano para o outro. Com isso, o valor da produção de grãos do município cresceu 53,2% entre 2006 e 2007.

Mas, ainda segundo a pesquisa, quando se avalia o valor da produção, e não a quantidade produzida, São Desidério, na Bahia, lidera, com R$ 963,3 milhões, o ranking dos municípios, superando 2006 em 46,1%. O município baiano é o maior produtor de algodão herbáceo do País.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.