RIO - O valor da folha de pagamento real dos trabalhadores da indústria do país diminuiu 1,2% em janeiro deste ano perante o último mês de 2008. Os dados, ajustados sazonalmente, fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado marcou a quarta baixa sucessiva. Ante janeiro de 2008, no entanto, o valor da folha subiu 1,2%, mas teve o menor resultado desde dezembro de 2006, quando cresceu 0,5%. Em 12 meses, o acréscimo foi de 5,6%.

Considerando o comparativo janeiro de 2009 com mesmo período do exercício anterior, foram registrados aumentos salariais em 9 dos 14 locais pesquisados, como São Paulo (1,8%), Espírito Santo (14,1%) e Rio de Janeiro (2,1%).

A pesquisa mostrou também que o número de horas pagas na indústria caiu 1,8% em janeiro em relação ao mês imediatamente antecedente, na série livre dos efeitos sazonais.

No comparativo com janeiro de 2008, houve declínio de 3,6% no número de horas pagas, a taxa mais baixa desde o início da série histórica em 2001.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.