Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IBGE mostra queda na concentração do PIB nacional

RIO - A concentração da economia brasileira continua elevada, mas apresentou redução entre 2002 e 2006, segundo dados das contas regionais, divulgadas hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os sete principais estados do Brasil (São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Bahia e Santa Catarina), além do Distrito Federal, responderam em 2006 por 78,73% do PIB nacional, contra 79,67% em 2002.

Valor Online |

As principais razões para a queda da participação foram os desempenhos de São Paulo e Rio Grande do Sul. A participação paulista no PIB nacional, que era 34,63% em 2002, passou a 33,87% quatro anos mais tarde. Ao mesmo tempo, a participação gaúcha caiu de 7,14% para 6,62%.

" São Paulo perde participação em função do baixo desempenho da economia brasileira e da indústria no começo da série. Em 2006, a indústria também não teve um bom desempenho e São Paulo, por ser a locomotiva, sofre com esse resultado " , ressaltou Frederico Cunha, gerente de contas regionais do IBGE.

Em relação ao Rio Grande do Sul, o estado sofreu as conseqüências da seca prolongada em 2005, o que afetou o desempenho da economia do estado naquele ano e em 2006.

" A economia vem avançando para outros estados, principalmente no serviços em algumas indústrias, que estão migrando para perto dos estados produtores de matéria-prima " , disse Cunha.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG