Os dados do mercado de trabalho industrial em março mostraram um "aumento generalizado" nas contratações, em termos setoriais e regionais, segundo destacou o economista da coordenação de indústria do IBGE, André Macedo. Ele explicou que os resultados positivos refletem uma aceleração registrada, em março, no crescimento da produção do setor.

Os dados do mercado de trabalho industrial em março mostraram um "aumento generalizado" nas contratações, em termos setoriais e regionais, segundo destacou o economista da coordenação de indústria do IBGE, André Macedo. Ele explicou que os resultados positivos refletem uma aceleração registrada, em março, no crescimento da produção do setor. Segundo divulgou hoje o instituto, o emprego industrial aumentou 0,7% em março ante fevereiro e subiu 2,4% ante igual mês do ano passado. Macedo disse que a expansão ante igual mês do ano anterior, a maior nessa base de comparação em quase dois anos, reflete uma base de comparação deprimida de 2009, mas também o maior dinamismo industrial. De acordo com o economista, em março, ante igual mês do ano passado, comparação para a qual há disponibilidade de dados setoriais e regionais, 15 dos 18 setores pesquisados e todas as 14 regiões investigadas mostraram alta no emprego. Macedo considera como principal novidade trazida pela pesquisa o aumento no número de setores com resultados positivos já que, em fevereiro, ainda havia seis segmentos em queda e agora há apenas três. Em janeiro, havia dez segmentos com resultado negativo. "Não é apenas base de comparação, mas aumento de contratações, como resultado do aumento da produção", disse. No que diz respeito aos aumentos apurados na folha de pagamento industrial em março (1,2% ante fevereiro e 5,6% ante março de 2009), Macedo atribui a alta ao aumento no número de vagas e também à elevação no número de horas pagas, com efeito das horas extras. De acordo com a pesquisa, as horas pagas registraram aumento, em março, de 1,0% ante o mês anterior e de 3,7% ante igual mês de 2009.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.