Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IBGE: intermediação financeira é setor que mais cresceu

O setor de intermediação financeira, previdência complementar e seguros foi o que mais cresceu na economia brasileira tanto no quarto trimestre de 2009 quanto no acumulado de todo o ano passado, com altas de 8,5% na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior e de 6,5% em relação a todo o ano de 2008. Segundo o IBGE, nos últimos três meses do ano passado em relação a igual período do ano anterior, a segunda maior expansão ficou com o comércio, com +8,1%, seguida pela indústria extrativa mineral, com +5,6%.

Agência Estado |

O setor de transporte, armazenagem e correio, com 5,4%, e a indústria de transformação, com 4,7%, também tiveram crescimento acima da média da economia, que foi de 4,3%.

Ficaram abaixo da média nessa base de comparação, porém, com desempenho positivo os setores de outros serviços (+3,5%); administração, saúde e educação públicas (+3,2%); construção civil (+2,5%); serviços de informação (+2,1%); serviços imobiliários e aluguel (+1,5%) e produção e distribuição de eletricidade, gás, água, esgoto e limpeza urbana (+1,4%). Só a agropecuária teve taxa negativa, de -4,6%.

Quedas

No total de 2009, o setor mais prejudicado no Brasil foi a indústria de transformação, que caiu 7,0%. A segunda maior queda foi a da construção civil, de -6,3%, seguida pela agropecuária, cuja variação foi negativa em 5,2%.

Também tiveram taxas negativas no ano passado os setores de produção e distribuição de eletricidade, gás, água, esgoto e limpeza urbana (-2,4%); transporte, armazenagem e correio (-2,3%); comércio (-1,2%) e indústria extrativa mineral (-0,2%).

Além da intermediação financeira, também cresceram em 2009 os segmentos de outros serviços (+5,1%), serviços de informação (+4,9%), administração, saúde e educação públicas (+3,2%) e serviços imobiliários e aluguel (+1,4%).

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG