Tamanho do texto

Apesar do bom desempenho do mercado de trabalho em janeiro, a indústria prosseguiu em processo de cortes de trabalhadores, segundo observou o gerente da pesquisa mensal de emprego do IBGE, Cimar Azeredo. Ele considera a queda de 2,2% no número de trabalhadores industriais nas seis principais regiões metropolitanas do País em janeiro, ante dezembro de 2009, como o pior dado da pesquisa divulgada hoje.

Na comparação com janeiro de 2009, o número de vagas na indústria recuou 1,6%.

O comércio, como ocorre sazonalmente nessa época do ano, teve queda de 1,8% no número de ocupados em janeiro ante dezembro, com a dispensa de temporários, mas registrou resultado positivo (0,4%) na comparação com janeiro de 2009.

O único segmento a registrar aumento no número de vagas em todas as comparações em janeiro foi o de serviços prestados às empresas (bancos, consultorias, serviços de limpeza), com alta de 2,1% ante dezembro e aumento de 4,9% ante janeiro do ano passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.