Tamanho do texto

A economia brasileira cresceu 2,0% no quarto trimestre do ano passado na comparação com o terceiro trimestre, informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com o resultado, o Produto Interno Bruto (PIB) do País fechou 2009 em baixa de 0,2%.

O resultado do quarto trimestre ficou dentro das previsões de 32 instituições financeiras consultadas pelo AE projeções, que esperavam um PIB entre 1,70% e 3,70%, com mediana de 2,2%. Para o fechamento de 2009, os analistas previam resultado entre queda de 0,50% e alta de 0,2%, com mediana de baixa de 0,2%.

A leitura do PIB confirma que a economia brasileira reagiu bem aos efeitos da econômica mundial, graças à ação rápida do governo. As medidas tomadas no ano passado, para combater os efeitos da turbulência, passaram pela liberação do compulsório dos bancos, pelo aumento do crédito, por incentivos fiscais aos setores mais afetados e pela redução da Selic (a taxa básica de juros da economia).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.