Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IBGE e Conab preveem queda do volume da safra 2009

A produção de grãos em 2009 deverá somar 137,3 milhões de toneladas, com recuo de 5,9% ante a safra anterior (145,8 milhões de toneladas), segundo a terceira projeção para a produção deste ano divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A estimativa, relativa a dezembro, é inferior à divulgada em novembro, que previa uma safra de 140,2 milhões de toneladas.

Agência Estado |

A área a ser colhida na safra 2009 será de 47,6 milhões de hectares (ha), 0,8% maior do que a safra anterior.

Na previsão do quarto levantamento de safra, divulgado hoje pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção de grãos na safra 2008/09, cuja colheita já começou em algumas localidades, deve apresentar redução de 4,9%. A safra deve alcançar volume de 137 milhões de toneladas, em comparação com 144,1 milhões de toneladas do ciclo anterior.

Segundo os técnicos da Conab, o clima adverso é o principal fator da redução da safra nacional. Em contrapartida, a área plantada cresceu 0,2%, saindo de 47,42 milhões de ha para 47,49 milhões de ha.

A Região Sul é a mais atingida pelo clima, de acordo com a Conab. Houve estiagem em alguns Estados e excesso de chuva em outros. A queda na produção desta região chega a 4,8%, ou seja, de 61 milhões de toneladas projetadas em dezembro para 58,1 milhões de toneladas.

As maiores perdas estão no Paraná. A região litorânea de Santa Catarina também foi atingida pelas chuvas e o Oeste do Estado pela seca. O milho primeira safra paranaense apresenta quebra de 19%, ou 1,6 milhão de toneladas a menos, saindo de 8,6 milhões do último levantamento para 7 milhões de toneladas. A soja diminuiu 6,5%, ou 783 mil toneladas, passando de 12,1 para 11,3 milhões de toneladas.

No Centro-Oeste a queda é menor, cerca de 0,7%, o que corresponde a uma diminuição de 332 mil toneladas da produção total de grãos em todo o País. A região deve colher agora 46,5 milhões de toneladas. As perdas estão na soja (241 mil toneladas) e no milho primeira safra (103 mil toneladas).

Conforme dados do quarto levantamento, a única região com variação positiva na produção é o Sudeste, que cresceu 0,3% em relação à pesquisa de dezembro.

A pesquisa da Conab foi realizada no período de 15 de novembro a 19 de dezembro com representantes de entidades rurais das principais regiões produtoras e mobilizou técnicos da estatal em Brasília e nos Estados.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG