Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IBGE: consumo das famílias tem maior alta desde 1996

O consumo das famílias cresceu 7,3% no terceiro trimestre deste ano, ante igual período no ano passado, segundo a gerente de Contas Trimestrais do IBGE, Rebeca Palis. Hoje o instituto anunciou a taxa de crescimento do PIB do terceiro trimestre.

Agência Estado |

Segundo a técnica, essa taxa de elevação do consumo foi a maior desde o início da série, em 1996.

A gerente fez algumas ressalvas, no entanto. A taxa de crescimento do consumo das famílias no terceiro trimestre deste ano foi equivalente à taxa de aumento do quarto trimestre de 2007, quando o consumo das famílias cresceu 7,2%. Ainda segundo a gerente, a taxa do terceiro trimestre deste ano foi igual à apurada no primeiro trimestre de 1997 (7,3%).

Em sua explicação sobre o bom resultado, durante a entrevista de divulgação do PIB do terceiro trimestre, a técnica do IBGE comentou que houve um expressivo aumento da renda no terceiro trimestre do ano. A massa salarial real cresceu 10,6% no período, em comparação com igual trimestre do ano passado. Esse porcentual de elevação para a massa salarial era de 8,1% no segundo trimestre deste ano, ante igual período em 2007. "Isso afetou diretamente o consumo das famílias, e o consumo das famílias representa 60% do PIB", lembrou a economista.

Ela ressaltou ainda outro fator que levou a esse cenário: a continuidade em oferta expressiva de crédito. A técnica admitiu que o crescimento nominal de 29,6% do saldo de operações de crédito no sistema financeiro (com recursos livres para pessoas físicas) no terceiro trimestre ante igual período em 2007, foi menos intenso do que o apurado no segundo trimestre deste ano ante igual trimestre no ano passado (32%). Mas ainda assim, o patamar de elevação é expressivo, na análise da técnica.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG