Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

IBGE: 8,3% das empresas são de alto crescimento

Número de empresas com dez ou mais empregados assalariados no País chegou a 371.610 em 2008

AE |

selo

O número de empresas com dez ou mais empregados assalariados no País chegou a 371.610 em 2008, segundo mostra o estudo Demografia das Empresas, divulgado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Do total de empresas, 8,3% (ou 31.876) eram consideradas de alto crescimento - o que, segundo o documento de divulgação da pesquisa, é um porcentual tido "como elevado para os padrões internacionais".

 

Os técnicos do instituto explicam, no documento de divulgação, que as empresas de alto crescimento, segundo a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), são aquelas que, por um período de três anos, têm crescimento médio do pessoal ocupado acima de 20% ao ano e, pelo menos, 10 pessoas assalariadas no ano inicial de observação.

 As mais de 30 mil empresas brasileiras de alto crescimento empregavam 4,5 milhões de trabalhadores em 2008, o que correspondia a 16,8% do total de 27 milhões de pessoas assalariadas. O salário médio mensal pago por essas empresas era de 2,4 salários mínimos. Ainda de acordo com os técnicos do IBGE, a participação de 8,3% das empresas consideradas de alto crescimento no total das empresas brasileiras é superior à registrada em países como Áustria e Canadá (ambos com fatia em torno de 3%) ou Estados Unidos e Espanha (ambos com cerca de 6%).

 O estudo mostra ainda a importância das empresas de alto crescimento na geração de empregos formais no País. De acordo com a pesquisa, essas empresas foram responsáveis por 2,9 milhões (ou 57,4%) dos 4,9 milhões de postos assalariados formais gerados entre 2005 e 2008. Em 2005, nas 30.954 empresas de alto crescimento havia 1,6 milhão de postos assalariados formais. Em 2008, o número já chegava a 4,5 milhões, o que representa um crescimento de 173,7% em quatro anos. No mesmo período, o pessoal ocupado assalariado em todas as empresas aumentou 22,2%.

 O IBGE revelou também que, em 2008, o Cadastro Central de Empresas tinha 4,1 milhões de empresas ativas, que ocuparam 32,9 milhões de pessoas, sendo 27 milhões como assalariadas e 5,9 milhões como sócios ou proprietários. Os salários e outras remunerações pagos no ano totalizaram R$ 434,7 bilhões, enquanto o salário médio mensal atinge R$ 1.269,82, o equivalente a 3,1 salários mínimos médios. O salário mínimo médio mensal no ano de 2008 foi de R$ 409,62. Já a idade média das empresas ativas era de 9,7 anos.

Leia tudo sobre: ECONOMICOECONOMIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG