LISBOA (Reuters) - Os campos de Iara e Júpiter, na região pré-sal da costa brasileira, podem entrar em produção um a dois anos depois de Tupi, cuja estimativa é 2011, afirmou Manuel Ferreira de Oliveira, CEO da Galp Energia . A Galp integra os consórcios que exploram esses poços na bacia de Santos, cuja operadora é a Petrobras .

'Como é de domínio público, no caso do prospecto de Tupi, começaremos a avaliação (do prospecto) no fim do primeiro trimestre do próximo ano e começaremos a produção em 2011. Este é o timing que se aplicará, acrescido de um a dois anos, a Iara e Júpiter', disse ele a jornalistas após uma apresentação.

Na semana passada a Petrobras divulgou informações sobre as reservas no campo de Iara, no mesmo bloco onde está Tupi, informando que o local poderia conter de 3 a 4 bilhões de óleo equivalente.

Na segunda-feira o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirmou que o campo de Júpiter, mais ao leste de Tupi, deve ser o próximo a ter dados sobre o volume das reservas divulgados ao mercado.

Tupi tem reservas estimadas entre 5 e 8 bilhões de barris.

(Por Sérgio Gonçalves)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.