Seul, 24 fev (EFE).- A montadora sul-coreana Hyundai anunciou hoje que vai realizar um recall facultativo que vai atingir 46 mil veículos de seu modelo Sonata 2011 na Coreia do Sul e outros 1.

300 nos Estados Unidos por conta de uma possível falha no fechamento de suas portas dianteiras.

Como trata-se de uma convocação facultativa, os proprietários deverão decidir se vão comparecer ou não para a revisão.

Segundo a agência sul-coreana "Yonhap", as unidades que serão inspecionadas na Coreia foram fabricadas até 6 de dezembro, enquanto os veículos dos EUA foram fabricados até 16 de fevereiro.

Ainda nesta semana, a Hyundai Motor deve informar a decisão ao Ministério de Transporte sul-coreano e à Administração Nacional de Segurança nas Estradas (NHTSA, na sigla em inglês) dos EUA, antes de oficializar o recall, em março.

A montadora explicou que esta decisão faz parte de sua política de dar prioridade à segurança de seus clientes.

Antes do anúncio do recall, um porta-voz da empresa nos EUA anunciou a suspensão das vendas do Sonata 2011 no país pelos possíveis erros no fechamento das portas, que fazem com que elas fiquem agarradas em determinadas circunstâncias.

Por enquanto a Hyundai não recebeu queixas de seus clientes ou relatórios de acidentes ou problemas relacionados com o defeito, segundo o porta-voz.

A decisão da Hyundai acontece no mesmo dia em que o presidente da japonesa Toyota vai explicar ao Congresso dos EUA os erros de aceleração que obrigaram a convocar mais de 8,5 milhões de proprietários no mundo todo em um recall para resolver o problema.

EFE ce/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.