Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Hugo Chávez volta a pregar fim do capitalismo

Caracas, 30 out (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, voltou hoje a pregar o fim do capitalismo, aproveitando a crise financeira mundial para criar uma nova institucionalidade internacional.

EFE |

A reiteração foi feita durante um ato especial dedicado à integração social dos incapacitados, transmitido em cadeia nacional de rádio e televisão.

Na terça-feira, Chávez dissera que "é preciso enterrar" o capitalismo, durante reunião com o presidente do Equador, Rafael Correa, na cidade equatoriana de Puyo.

"Ao mundo impuseram a ditadura do dólar e do sistema do Fundo Monetário Internacional (FMI), ou seja, dos Estados Unidos. Esse sistema colapsou. É preciso criar um novo sistema", manifestou hoje o presidente da Venezuela -que, no entanto, tem nos EUA o comprador de 80% de seu principal produtor de exportação, o petróleo.

Chávez insistiu que "os países do Sul devem pressionar para alcançar esse objetivo (criar um novo sistema)", após rejeitar que a solução à crise seja reorganizar e revitalizar o sistema capitalista.

"A crise é de tal magnitude que dificilmente não será afetado todo o planeta. A crise segue se expandindo, mas a Venezuela seguirá marchando", concluiu. EFE rr/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG