Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

HSBC unifica o comando da área de pessoa física

SÃO PAULO - O HSBC deu início, há cerca de três meses, à unificação da área de pessoas físicas, que agora está sob a responsabilidade do diretor-executivo Henrique Frayha. A nova divisão incorpora desde a financeira Losango, antes sob a batuta do próprio executivo, até o segmento de mais alta renda, chamado de Premier.

Valor Online |

Frayha explica que a medida é resultado direto do planejamento estratégico global do HSBC feito para os próximos três anos. " A estrutura seria um pouco diferente, mas como subproduto do planejamento estratégico global do banco decidiu-se unificar a estrutura da pessoa física " .

Segundo ele, o objetivo é aproveitar a " força do grupo " para atrair cada vez mais clientes e transformar os empréstimos eventuais em relacionamentos de longo prazo. " Fazemos parte do grupo mais sólido, mais forte do mundo, temos grandes fortalezas e temos de usar essas forças do grupo " , disse.

Quando fala da força, Frayha se refere à marca HSBC presente em todo o mundo e também aos ativos globais da instituição. Até mesmo com a crise, ressalta, o banco sai fortalecido. " Nós não estamos em nenhuma linha com nenhum banco central do mundo. Estamos operando com recursos próprios porque o banco tem capacidade de capital e de atração de recursos muito alta " .

Um dos pontos que dão sustentação à estratégia é a extensa rede de distribuição da financeira Losango, que opera em mais de 15 mil varejistas e atrai cerca de 40 mil novos contratos todo o mês. Segundo ele, o banco pode identificar potenciais correntistas entre os clientes da financeira e essa alternativa não era totalmente aproveitada.

Esse é um processo que demanda tempo e investimento, mas algumas das filosofias de abordagem ao mercado já são um pouco diferente exatamente por conta dessa mudança. " O cliente, no modelo tradicional, vinha até a loja, fazia uma operação de empréstimo e saía. Na verdade, em muitos casos, são clientes interessantes para o banco e podemos oferecer um produto de relacionamento ao invés de ficar só no empréstimo " .

Hoje, o banco conta com 924 agências, 453 postos de atendimento bancários, mais de mil postos de atendimento eletrônicos e aproximadamente 5,5 mil caixas automáticos. Já a Losango possui 100 mil contas abertas (dados de abril), com uma expectativa de 40 mil novas contas todos os meses, somando 500 mil até o fim do ano.

Além disso, com a operação integrada, é possível transformar essa capacidade de atração em um relacionamento de mais longo prazo com o banco. " É uma estrutura interessante e tem muito a ver com a maneira como o banco lida com o cliente, pois trabalhamos para valorizar a experiência da vida dos clientes " .

Para que isso funcione, o executivo avalia que qualquer porta do banco que o cliente entrar, ele tem de ser recebido com uma linha de atendimento para que estabeleça sua relação pessoal com o banco. Muito disso é posto em prática no segmento Premier, que atende clientes com renda média e alta. " Estamos fazendo investimentos significativos, com o lançamento de 100 plataformas Premier, em todo o país, mais concentradas em Rio e São Paulo, até o fim do ano " .

Com esse segmento, o banco se propõe a ocupar o papel de consultor em tempos de crise e também para planejamento financeiro do cliente. " O Brasil sempre teve uma visão de curto prazo, mas essa crise também serve para mostrar que a crise passa e o país continua, com fundamentos melhores. Por isso é preciso ter planejamento, uma visão de médio e longo prazo " .

(Fernando Travaglini | Valor Econômico)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG