O HSBC planeja reduzir suas operações de empréstimo ao consumidor nos Estados Unidos e fechar centenas de agências no país, informaram hoje jornais ingleses e norte-americanos. O Financial Times e o Wall Street Journal disseram que o HSBC divulgará amanhã os resultados de 2008, e confirmará o plano de aumento de US$ 17 bilhões em novas emissões diretas.

Procurado pela AP hoje, o maior banco da Europa em valor de mercado se negou a comentar a informação, que de acordo com os jornais foi dada por uma pessoa familiar ao assunto. Eles disseram que o HSBC interromperá o fornecimento de empréstimos pessoal nos EUA e reduzirá suas operações com hipotecas subprime na Household Internacional Inc., empresa adquirida pelo banco em 2003.

O Wall Street Journal informou que o HSBC pretende fechar 800 agências que anteriormente funcionavam junto com a Household Internacional. Os dois jornais informaram que o HSBC continuará a emitir cartões de crédito nos Estados Unidos. As informações são da Associated Press.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.