O banco britânico HSBC vai suprimir 1.100 postos de trabalho no mundo para enfrentar a crise financeira, anunciou nesta sexta-feira seu porta-voz.

As demissões, a metade ligada às operações do HSBC na Grã-Bretanha, afetarão especialmente a divisão mercados, disse Gareth Hewett, porta-voz do banco em Hong Kong.

"A decisão foi tomada à luz da atividade global atual e do entorno econômico, e em função de previsões prudentes para 2009".

"A situação dos mercados segue sendo difícil e representando um desafio para nossa estratégia", e a medida "nos permitirá estar em boa posição para a próxima fase de crescimento, quando ocorrer".

Em Hong Kong ocorrerão cerca de 100 demissões.

Leia mais sobre: crise nos EUA

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.