Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Hong Kong segue como economia mais livre; Brasil é a 105ª, diz estudo

SÃO PAULO - Pelo 15º ano seguido, Hong Kong aparece como o país de economia mais livre do mundo no ranking de 2009 elaborado pela Heritage Foundation, um centro de estudos conservador americano. Logo atrás estão Cingapura, Austrália, Irlanda, Nova Zelândia, EUA e Canadá, nessa ordem.

Valor Online |

A pesquisa de liberdade econômica, feita com base em dados da segunda metade de 2007 e da primeira de 2008, abrangeu 183 países, sendo que o Brasil ficou em 105º lugar.

O levantamento engloba dez liberdades: comercial, financeira, de investimento, em relação ao tamanho do setor público, direitos de propriedade, fiscal, monetária, de trabalho, independência dos negócios em relação ao governo e peso da corrupção. Com base nesses critérios, calcula-se uma porcentagem de liberdade de cada economia. O instituto considera o Brasil 56,7% livre, acima do resultado do ano anterior, de 56,2%, mas em posição pior no ranking, já que o país tinha ficado em 101º lugar na última pesquisa. O líder Hong Kong registrou 90,0% de liberdade econômica.

Segundo a Heritage Foundation, a melhora registrada na liberdade do setor financeiro no Brasil foi compensada pela piora em termos de tamanho do governo e liberdade fiscal.

A entidade também destaca negativamente o tempo que se leva para abrir uma empresa no país, além da percepção de corrupção, que tem o pior resultado por segmento, de 35%.

Os melhores resultados do Brasil estão nas áreas de liberdade comercial (71,6%), monetária (77,2%) e de trabalho (62,7%).

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG