SÃO PAULO - O lucro líquido da Honda somou 72,1 bilhões de ienes (US$ 776 milhões) no último trimestre do seu ano fiscal, encerrado em março. Em igual período de 2009, a montadora japonesa tinha registrado prejuízo líquido de 179,950 bilhões de ienes.

SÃO PAULO - O lucro líquido da Honda somou 72,1 bilhões de ienes (US$ 776 milhões) no último trimestre do seu ano fiscal, encerrado em março. Em igual período de 2009, a montadora japonesa tinha registrado prejuízo líquido de 179,950 bilhões de ienes. O lucro líquido por ação foi de 39,78 ienes (US$ 0,43). No mesmo período do ano passado, a companhia registrou prejuízo líquido por ação de 99,17 ienes. As vendas e outras receitas operacionais somaram mais de 2,2 trilhões de ienes (US$ 24,5 bilhões), o que equivale a uma alta de 27,8%, na mesma base comparativa. Segundo a Honda, o avanço se deve ao aumento da receita no trimestre em todas as unidades de negócio. Por sua vez, o lucro operacional no trimestre foi de 96 bilhões de ienes (US$ 1,033 bilhão). Em nota, a montadora informou que esse resultado foi motivado pelo aumento das vendas, pela redução nos custos dos veículos e pelo crescimento da produção, com gastos menores. No ano fiscal encerrado em março, a Honda teve um lucro líquido de 268,4 bilhões de ienes (US$ 2,8 bilhões), o que representa um aumento de 95,9% contra o ano fiscal anterior. Por ação, o lucro líquido da montadora foi de 147,91 ienes (US$ 1,59) - um aumento de 72,41 ienes, em igual base de comparação. Vale notar, entretanto, que a receita do período caiu 14,3% em relação ao ano fiscal anterior, somando 8,5 trilhões de ienes (US$ 92,2 bilhões). O motivo, explica a montadora, são os efeitos de variação cambial e a queda nas vendas no segmento automotivo. A Honda estima que, se a taxa cambial tivesse permanecido no mesmo patamar verificado no ano fiscal anterior, a receita para o período teria diminuído menos, cerca de 7,5%. O lucro operacional, nos 12 meses encerrados em março, totalizou 363,7 bilhões de ienes (US$ 3,9 bilhões), o que denota um avanço de 91,8%, principalmente devido aos esforços para corte de custos. Para o próximo ano fiscal, que será encerrado em março de 2011, a Honda estima um lucro líquido de 340 ienes, o que significaria um aumento de 26,7% contra o ano fiscal anterior. Já para o semestre que se encerrará em setembro deste ano, a montadora prevê um lucro líquido de 195 bilhões de ienes. (Karin Sato | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.