Nova York, 19 ago (EFE).- A Home Depot, a maior rede do mundo de equipamentos para reformas domésticas, registrou lucro líquido de US$ 1,558 bilhão (US$ 0,93 por ação) em seu primeiro semestre fiscal (de fevereiro a julho), 40,8% menos do que no mesmo período do ano anterior.

Entre estes dois períodos, as vendas do grupo americano caíram 4,5%, ficando em US$ 38,897 bilhões, queda que o grupo atribuiu, ao anunciar o resultado financeiro, ao contexto macroeconômico.

"Apesar das condições macroeconômicas, vimos uma melhora na execução de nossas iniciativas. Estou orgulhoso do que nossos associados conseguiram em um contexto difícil", afirmou o presidente e executivo-chefe da Home Depot, Frank Blake, em comunicado.

No segundo trimestre fiscal (de maio a julho), a companhia registrou retração de 24,3% em seu lucro líquido, para US$ 1,202 bilhão (US$ 0,71 por ação), e queda de 5,4% nas vendas, para US$ 20,99 bilhões, mas conseguiu superar as previsões dos analistas.

Por causa da desaceleração no setor de reforma de casas e nos seus compromissos de investimento, a Home Depot prevê para o acumulado do ano recuo de 5% nas vendas em relação ao ano anterior e queda de 24% no resultado por ação.

No final do semestre, a Home Depot contava com 2.257 estabelecimentos, dos quais a maioria (1.965) se encontrava nos Estados Unidos - o principal mercado da empresa - seguido de longe por Canadá (167), México (72) e China (12), entre outros países. EFE mgl/wr/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.