Tóquio - A empresa japonesa do ramo de eletrônica e maquinaria Hitachi anunciou nesta terça-feira que, entre outubro e dezembro do ano passado, registrou uma perda líquida de 371 bilhões de ienes (US$ 4,145 bilhões).

A multinacional, com faturamento de US$ 100 bilhões anuais, também apresentou uma perda líquida para o período abril-dezembro de 2008 de 356,91 bilhões de ienes (US$ 3,987 bilhões), assim como uma redução da receita em todas as suas áreas de negócio.

Além disso, a Hitachi antecipou que, quando seu ano fiscal terminar, em março, terá acumulado perdas após impostos de 700 bilhões de ienes (US$ 7,82 bilhões), as maiores de sua história.

Estes dados se somam à redução de 88% do lucro operacional - em sua atividade ordinária - que a companhia espera alcançar no final do atual ano fiscal, até os 40 bilhões de ienes (US$ 447 milhões).

Os maus resultados de 2008 tiveram como base principalmente a queda da demanda mundial de semicondutores, de dispositivos para automoção e maquinaria industrial, algumas de suas mais importantes áreas de negócio, segundo a própria companhia.

Nos últimos três trimestres de 2008, o lucro operacional da fabricante japonesa caiu 8,5% frente ao mesmo período do ano anterior, até os 182,56 bilhões de ienes (US$ 2,039 bilhões).

As vendas da empresa caíram 5,2%, até os 7,57 trilhões de ienes (US$ 84,59 bilhões), entre abril e dezembro.

A multinacional disse em comunicado que sofreu em suas contas pela valorização do iene, pela queda da demanda e por perdas financeiras.

Leia mais sobre lucros

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.