O grupo industrial japonês Hitachi anunciou nesta sexta-feira a supressão de 7.000 postos de trabalho em seus setores de eletrônica por causa da crise que o fez prever uma perda anual líquida de 700 bilhões de ienes (7,83 bilhões de dólares, 5,6 bilhões de euros).

A Hitachi alega ter constatado uma "descomunal queda da demanda a partir do mês de novembro" em inúmeras atividades (compostos e materiais eletrônicos, telecomunicações, equipamento para automóveis etc).

kap/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.